EDITAL DE ASSEMBLÉIA EXTRAORDINÁRIA ELETIVA

 
 
O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DA BRIGADA MILITAR E CORPO DE BOMBEIRO MILITAR DE BENTO GONÇALVES-ABMCBMBG, CUMPRINDO DISPOSIÇÃO DO ESTATUTO DA ENTIDADE, CONVOCA A ASSEMBLÉIA EXTRAORDINÁRIA ELETIVA, A QUAL ELEGERÁ O PRESIDENTE E VICE-PRESIDENTE.
 

 

 

 
Transporte e Trânsito Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
 

Comissão aprova multa para veículos lentos que dificultem ultrapassagem

David Ribeiro
Jaime Martins
Jaime Martins retirou do texto distância mínima de 80 km/h entre veículos.

A Comissão de Viação e Transportes aprovou na quarta-feira (28) proposta que obriga os motoristas de veículos lentos (como caminhões carregados), quando em fila, a manter distância suficiente entre si para que os demais veículos se intercalem na fila com segurança e possam ultrapassá-los. Conforme a proposta, a infração a essa norma será considerada grave. Pelo Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), a infração grave é punida com multa de R$ 127 e cinco pontos na carteira de motorista.

O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado Jaime Martins (PR-MG), para o Projeto de Lei 4980/09, do deputado Wellington Fagundes (PR-MT). O projeto original estabelecia uma distância mínima de 80 metros entre veículos lentos que trafegam em fila, com o mesmo objetivo.

Diógenis Santos
Transporte de Cargas
Substitutivo aprovado prevê multa para caminhões que não permitirem ultrapassagem.

“Apesar de concordamos com o mérito da proposta, não nos parece adequado determinar uma distância única para todas as situações, de forma que possam ser consideradas as condições da pista, do tráfego, da visibilidade, do clima, entre outras. Ademais, o estabelecimento de uma distância exata, especialmente no caso de veículos em movimento, seria medida de difícil constatação e comprovação, o que poderia comprometer a eficiência da fiscalização”, justificou o relator.

O Código de Trânsito já prevê a distância de segurança entre os veículos lentos que trafegam em fila, mas não fixa punição em caso de desrespeito à norma.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta: